quinta-feira, 25 de maio de 2017

Utumno



Grafite, 36 x 24 cm (clique no post pra ver em detalhes).

domingo, 30 de abril de 2017

Você se lembra da cadela Laika?

Em 3 de novembro de 2017, serão completos 60 anos desde que o primeiro ser vivo foi lançado à órbita terrestre - a cadela 'Laika'. No entanto, a história por trás desse feito é triste. Laika foi enviada deliberadamente para morrer: os cientistas sabiam que a pequena cápsula em que ela seria inserida não poderia ser recuperada, já que tal tecnologia ainda não existia em 1957. 

O artista dinamarquês Trentemoller fez um tocante vídeo baseado na história de Laika:




domingo, 16 de abril de 2017

The INTJ Pope

A série 'The Young Pope' poderia facilmente se chamar 'The INTJ Pope' (se você não entendeu: https://pt.wikipedia.org/wiki/INTJ)

Aliás, acabo de constatar que o dito-cujo é na verdade Sauron reincarnado:




terça-feira, 21 de março de 2017

Botülistum

Poderia tentar descrever o impacto de quando escutei Botülistum pela 1a vez, mas prefiro deixar aqui essa excelente definição de "Moord En Pootslag" por Ariel Pink, que a encontrou no YT buscando por black metal extremo, e incluiu em sua playlist para a Pitchfork :



segunda-feira, 13 de março de 2017

Músicas para acompanhar "The Silmarillion"

Lista com músicas pra acompanhar a leitura de "The Silmarillion" e "The Book of Lost Tales" do Tolkien (ou qualquer coisa épica).





Aí tem de tudo: ópera, trilhas de filmes, música instrumental, eletrônica... a lista não se prende apenas a faixas clássicas, então não se espante com alguns nomes inesperados. Também não tem uma ordem especifica: coloquei os títulos conforme me lembrava. 

Paul Dinletir - Farewell To Earth

Dario Marianelli - V For Vendetta - Evey Reborn

Kevin Rix - New Beginning

Cliff Lin - Nemesis

quarta-feira, 21 de outubro de 2015

Urna Eletrônica: mais um embuste eleitoral

Assisti à palestra do professor Diego Aranha, atualmente na Unicamp. Eis aqui alguns detalhes cavernosos por ele revelados a respeito da nossa urna eletrônica dita "totalmente segura" pelo TSE:

- utilização de algoritmos antiquados e ineficientes, ensinados no PRIMEIRO ano de qualquer curso de computação APENAS para fins didáticos e que jamais deveriam ser adotados profissionalmente;
- não segue as mínimas práticas de segurança da informação, sendo bastante fácil pra qualquer pessoa com algum conhecimento em programação e acesso aos dados descobrir, por exemplo, qual foi o voto de determinada pessoa, através de ordenação e horário de cada voto, armazenado pela urna;
- mesários tem poder de votar no lugar de eleitores faltantes (foram encontradas evidências pela equipe que comprovam tal prática);
- criptografia inexistente: códigos que deveriam ser aleatórios - e anônimos - foram obtidos pela equipe de testes facilmente, pois usava-se como chave geradora o horário contido no próprio canhoto da máquina (anonimato mandou beijos);
- todos os fiscais são obrigados a filiarem-se a algum partido, não podendo ser apartidários.
- uma solução que evitaria fraudes, imprimir em papel os votos para conferência com os resultados das máquinas, foi vetada pela Dilma pois considerou-se que a despesa de 1,8 bilhões seria 'alta' demais - acontece que o próprio TSE fez a estimativa dos custos para implantar impressoras e, curiosamente, elas sairiam mais caras do que a própria urna: enquanto uma urna custa 1500,00 reais, segundo o TSE seria preciso investir 3500,00 reais em cada impressora (como o TSE controla tudo, não há como contestar ou verificar a veracidade dessa estimativa).
- o Brasil é único país que não adota impressão em papel como medida de segurança - tirando a Estônia, onde o voto é via internet, todos os demais possuem alguma forma de verificação física para atestar-se que o software da máquina funciona de forma honesta.

Resumindo: estamos à mercê de um sistema de votação sem qualquer transparência, máquinas programadas "nível estagiário", cheias de falhas básicas de segurança e altamente expostas a fraudes.


Para link com mais detalhes e entrevista dada a Danilo Gentilli, clique abaixo.


domingo, 18 de outubro de 2015

Literatura: Holocausto Brasileiro - Daniela Arbex

Confesso que minha paciência pra ler ultimamente anda às mínguas - ademais, são poucos os livros que conseguem me capturar de tal maneira em que fique imersa de verdade na leitura. 'Holocausto Brasileiro' - resultado do árduo trabalho de pesquisa jornalística de Daniela Arbex - é uma dessas raridades. Melhor livro que li (e reli) em muitos anos: aquele tipo em que, uma vez iniciado, não se consegue largar - no caso deste, motivada por tamanha indignação, incredulidade e revolta, crescentes a cada página. 



terça-feira, 29 de setembro de 2015

Música para os ouvidos: Amon Tobin

Talvez pouca gente aqui tenha ouvido o nome deste músico, reconhecido na cena eletrônica por suas geniais colagens e composições musicais - como 'Slowly', em que mescla o sample dum reggae obscuro setentinha a doses generosas de jazz. O resultado é este cativante deleite sonoro:


O trabalho de Amon é complexo, singular - quase científico, bastante experimental - e prova que batidas, samples, teclados, sintetizadores e demais e apetrechos eletrônicos vão muito além do costumeiro 'tuntz tuntz' robótico da típica música eletrônica. 

terça-feira, 2 de junho de 2015

Documentário - Lágrimas de Krokodil

Breve documentário + artigo com fotos mostrando a triste realidade em uma cidade esquecida na Sibéria e as consequências devastadoras do Krokodil, um tipo de opiáceo 'caseiro' que se alastrou pela Rússia, por ser uma alternativa barata à Heroína. A droga se tornou "famosa" após várias fotos e vídeos circularem internet afora, mostrando os efeitos estarrecedores da mistura, que literalmente necrosa tecidos onde é injetada erroneamente (fora das veias) e transforma humanos em zumbis mutilados.



























sexta-feira, 13 de março de 2015

Customização à moda de Ed Gein




Liberte o lado artístico em você e mãos à obra.